A IPRB e os 500 anos de João Calvino – Julho/2009

A família presbiteriana do Brasil comemora,
neste ano de 2009, os 500 anos
do nascimento de João Calvino, reformador
nascido em Noyon, Picardia, França,
no dia 10 de julho de 1509, e os 150 anos
de Presbiterianismo no Brasil,
que ocorreu com a chegada do jovem
missionário Ashbel Green Simonton
ao solo brasileiro,
no dia 12 de agosto de 1859

Quem foi Calvino?

João Calvino, além de ser considerado o maior teólogo do Cristianismo depois de Agostinho, foi, acima de tudo, “pastor zeloso e incansável no seu esforço em favor de suas muitas ovelhas sofridas e angustiadas por males de toda sorte”, e, também, o grande evangelista de Genebra, Suíça.

Conhecido como o grande teólogo da Reforma Protestante do século XVI, autor das Institutas da Religião Cristã, publicadas em Basiléia, 1536, bem como um grande estrategista político e um dos pais da democracia moderna, é considerado com um dos principais líderes da segunda geração de reformadores do século XVI.

Simonton, missionário pioneiro

Filho mais novo do Dr. William Simonton, médico conceituado, deputado federal nos EUA e cristão devoto. Desde cedo, recebeu fortes influências morais, intelectuais e espirituais da fé presbiteriana em que fora criado. Simonton foi o primeiro missionário Presbiteriano a chegar ao Brasil, enviado pela Igreja Presbiteriana do Norte dos Estados Unidos, em agosto de 1859.

Sua vida foi curta. Viveu apenas 34 anos e morreu em São Paulo, vítima de febre amarela. Apesar disso, não mediu esforços para fazer a obra de Deus. Sua vida foi marcada pela dedicação e empenho missionário. Dois dias antes de morrer, deixou a seguinte palavra à igreja que fundou no Rio de Janeiro: “Deus levantará alguém para tomar o meu lugar. Ele usará os seus instrumentos para o Seu trabalho”.

A IPRB e o Presbiterianismo

O nascimento da Igreja Presbiteriana Renovada do Brasil (IPRB) está profundamente vinculado ao Presbiterianismo que chegou ao Brasil com o missionário Simonton, especificamente à Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB) e à Igreja Presbiteriana Independente (IPI). As raízes da Denominação também se ligam ao movimento pentecostal moderno, que teve seu início nos EUA.

O avivamento pentecostal surgiu no início do século XX, com Charles Parham, em Topeka, Kansas, em 1901. Seu discípulo, William Seymour, iniciou, em 1906, o que ficou mundialmente conhecido como o avivamento da Rua Azuza, em Los Angeles, de onde se espalhou por todo o mundo, chegando logo mais ao Brasil.

Como Presbiterianos Renovados, alcançados pelo avivamento espiritual da década de 70, oriundos do Presbiterianismo que chegou ao Brasil há um século e meio, e como fruto da união da Igreja Presbiteriana Independente Renovada (IPIR) e Igreja Cristã Presbiteriana (ICP), em 1975, somos gratos a Deus por esses séculos de presbiterianismo, bem como pelos 35 anos de fundação da Igreja Presbiteriana Renovada do Brasil. Juntos, rendemos a nossa mais sincera gratidão a Deus.

Sessão Solene em São Paulo

No dia 7 de agosto (20 horas), está prevista uma Sessão Solene na Assembleia Legislativa de São Paulo, alusiva às comemorações dos 500 anos de Calvino e 150 anos da chegada do missionário Simonton, que trouxe o Presbiterianismo ao Brasil.

A Diretoria Executiva da IPRB se fará presente à referida sessão, bem como os pastores da região da Grande São Paulo e todos aqueles que desejarem participar do evento. Essa comemoração é uma iniciativa de representantes das diversas Igrejas do ramo Presbiteriano.

Chuva de avivamento

Diante de tudo isso, esperamos que as comemorações alusivas aos 500 anos de Calvino e aos 150 de Simonton constituam-se num tempo de Deus para as nossas vidas. Que o Espírito Santo derrame sobre todos os presbiterianos, do Brasil e do mundo, bem como sobre todos os evangélicos, uma chuva de avivamento, a fim de que as igrejas sejam despertadas, para que vidas sejam salvas e o Reino dos céus seja beneficiado.

…………………..
Fonte: Jornal Aleluia de julho de 2009

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *