Chegou o Natal – Reflexão – dezembro de 2007

O Natal existe para relembrarmos o nascimento do Senhor Jesus.
Foi há dois mil anos, é verdade, porém é como se fosse hoje: Jesus nascendo
em cada coração, em cada vida. Numa terra distante, um casal albarda seu animal e parte, de madrugada, da pequenina Nazaré para a longínqua Belém.
Sobem montanhas, cruzam vales e planícies. Uma mulher grávida conduz
seu tesouro escondido em seu ventre. Não era uma criatura qualquer que estava sendo esperada. E nasce, em condições humildes, aquele menino prometido pelos profetas, que se apresentaria, mais tarde, como Filho de Deus. Aquele
que visitaria aldeia por aldeia, cidade por cidade, comprovando, por sinais,
o seu poder. Aquele que mudaria o mundo com sua mensagem de amor e, sobretudo, de salvação. E, mais que isso, aquele que daria sua vida, seu sangue remidor, para selar suas palavras.

No Natal há um ambiente peculiar, um clima de festas, alegria, luzes coloridas piscando, músicas apropriadas, férias, encontro com parentes e amigos inesquecíveis, frutas típicas, comidas diferentes, etc. Natal é o momento ideal para receber e dar presentes. Natal é uma época sem igual! Quem não gosta desta data? Todos nós! É claro!

No Natal, muitas e boas lembranças invadem a mente da maioria de nós! Lembranças de momentos preciosos que desfrutamos ao lado das pessoas tão caras, a quem tanto amamos! Pessoas que fizeram ou fazem parte da nossa vida, embora algumas já não mais estejam conosco, já se foram, deixando para trás flashes marcantes de sua existência! São lembranças que jamais serão apagadas de nossa memória, mas que estão como jóias preciosas, entesouradas no cofre que existe no recôndito de nosso coração.

Para muitos, Natal é apenas festa e alegria, mas há algo, além disso, que não podemos esquecer. Natal, antes de tudo, é a comemoração do nascimento de alguém muito especial, o nascimento do Senhor Jesus! Por causa dele temos esta festa tão significativa.

Além de receber presentes singulares e valiosos de pessoas tão amadas, está o presente que veio do céu para toda humanidade, que é Jesus. Aquele menino que nasceu em Belém há dois mil anos é o grande presente que todos podem receber daquele que nos amou de tal maneira que o deu para todos nós. Ele não é mais apenas o pequeno menino da manjedoura, mas o nosso único e suficiente Salvador.

Infelizmente, muitos têm-se esquecido do mais importante no Natal que é o aniversariante do dia: Jesus!

A festa natalina será apenas mais uma festa, se Jesus não estiver presente. Deve estar presente e ser devidamente honrado.

Neste Natal vamos juntos abrir os braços e receber com alegria o grande presente de Deus e fazer d’Ele o verdadeiro motivo do Natal. Que nunca venhamos esquecer que o único motivo pelo qual o Natal existe é Jesus! Sem Ele, o Natal se torna apenas mais uma festa sem nenhum sentido especial.

Que Deus nos abençoe!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *