O valor do discipulado – Janeiro/2016

O crescimento sustentável da igreja está ligado
ao valor que damos ao discipulado. Como vamos estudar neste artigo, discipulado é muito mais do que um método
de crescimento, é a essência
da igreja que cumpre o IDE de Jesus

1. O chamado para o discipulado. Jesus chama os seus discípulos por sua graça e autoridade. Não havia questionamentos, condições, concessões e garantias. O que estava em questão não era a estabilidade do discípulo, nem para o que o foi chamado, mas simplesmente a autoridade e a graça de Jesus. Mateus 9.9

2. O custo do discipulado. Seguir a Cristo não é tarefa fácil. Mudanças radicais têm de acontecer. Só pessoas com disposição podem atender a este chamado e pagar todos os custos. Lucas 14.28-33 Isso não deve desanimar o discípulo, mas estimulá-lo a pagar os custos com alegria em todos os seus aspectos, porque Jesus pagou um alto preço pelos seus discípulos.

3. A Cruz do discipulado. Leva o discípulo a viver em total negação do “eu”, significando que o discípulo agora, não segue o seu próprio caminho, e sim o caminho de submissão ao senhorio de Cristo. É a crucificação e a mortificação do velho homem. Gálatas 2.20

4. A Palavra do discipulado. O discipulado deve ser bíblico, pois só assim se estabelecerá o fundamento de fé e prática do discípulo. A fonte de conhecimento do discipulado que gera crescimento sustentável é a Palavra de Deus.

5. A oração do discipulado. No discipulado de Cristo, a oração sempre foi exercitada em todas as áreas e momentos de Seu ministério. O discípulo, que tem como fundamento de seu discipulado a vida de Cristo, entende que na caminhada do discipulado é imprescindível orar.

6. A santidade do discipulado. O convite para o discipulado sem santidade é fruto da graça barata. Discipulado é o processo de santificação realizada por meio do Espírito Santo. Gálatas 5.16-26. O discípulo não entra para uma espécie de vida de perfeição, mas entra para uma vida de entrega total e obediência a Deus.

7. O serviço do discipulado. É o chamado para servir a Cristo, aos irmãos e à obra de Deus. Cristo ensinou e deu o exemplo sobre o serviço cristão na última ceia. Leia João 13 O serviço cristão é caracterizado por amar, ouvir, ajudar e levar as cargas uns dos outros.

II – TRANSFORMANDO PESSOAS COMUNS EM DISCÍPULOS

O chamado para o discipulado é o processo de transformar pessoas comuns em discípulos de Jesus. Pessoas comuns são transformadas em discípulos por meio do relacionamento com Cristo.

1. Pessoas comuns são transformadas em discípulos por meio do relacionamento com Cristo. Cristo chamou pessoas para vínculos de relacionamentos, ligaduras no espírito, alianças entranháveis, compromisso de submissão, de andar na luz, de se deixar tratar. Esse comprometimento é que define se o relacionamento é ou não discipulado. Uma pessoa que decide discipular outras, precisa seguir este caminho proposto por Jesus, transmitir vida por meio do modelo de relacionamento. 1 Coríntios 11.1

2. Pessoas comuns são transformadas em discípulos por meio de um ato de obediência. Em Lucas 9.57-62, vemos que discipulado não é uma confissão oral de fé, mas um ato de obediência em fé à ordem: “vai e anuncia o Reino de Deus” e à realidade: “Ninguém que lança mão do arado e olha para trás é apto para o Reino de Deus” .

3. Pessoas comuns são transformadas em discípulos quando deixam tudo para trás e andam ao lado de Jesus. Em Lucas 5.1-11, Observamos que o conteúdo do discipulado é largar as redes, atender ao convite para pescar homens e seguir a Jesus como algo vivencial. E, neste caminho de vida, o discípulo aprenderá e crescerá nas verdades do Evangelho.

III – TRANSFORMANDO DISCÍPULOS EM LÍDERES
MULTIPLICADORES

Tudo o que estudamos até aqui, foi o processo de transformar pessoas comuns em discípulos. Agora, vamos estudar como podemos transformar discípulos em líderes multiplicadores por meio do cumprimento do IDE de Jesus. Mateus 28.19, 20.

1. O Líder multiplicador de discípulo. Fazer discípulos é a Grande Comissão da igreja. Enquanto o discípulo caminha na dinâmica do discipulado, faz discípulos de todas as nações. Reproduz vida e caráter como Jesus fez.

2. O Líder multiplicador de sacramento. Jesus deu duas ordenanças à igreja, conhecidas como sacramentos: Batismo e Santa Ceia. O líder multiplicador tem o dever de levar os discípulos a cumprir os sacramentos. Batizá-los em nome da trindade e posteriormente fazer parte da mesa do Senhor.

3. O Líder multiplicador de ensino. Liderar é multiplicar ensino. É ensinar os discípulos a observar o Evangelho integralmente. Uma igreja que quer crescer sustentavelmente tem de investir na multiplicação do ensino por meio do discipulado.

4. Líder multiplicador em Pequenos Grupos. As pessoas que estão sendo ganhas, discipuladas, batizadas e ensinadas devem ser conectadas a um Pequeno Grupo. Ali serão cuidadas e treinadas para se tornarem líderes multiplicadores.

CONCLUSÃO

Aprendemos neste estudo, a importância do discipulado como essência da igreja verdadeira. Com isso, devemos valorizar o discipulado em Pequenos Grupos para alcançar a nova geração. O crescimento da igreja por meio do discipulado não será explosivo, mas gradativo, integral e sustentável.

NOTAS IMPORTANTES

O QUE NÃO É DISCIPULADO

a. Discipulado não é sala de aula de batismo. Ela pode ser uma excelente forma de ensino, mas não é tudo.

b. Discipulado não é aconselhamento. Isso é bom para ajuda mútua.

c. Discipulado não é ensino bíblico. Isso é muito necessário para o crescimento cristão.

d. Discipulado não é um programa ou modelo para o crescimento da igreja. Isso é muito bom para firmar aqueles que acabaram de se converter. E auxilia no crescimento da igreja.

Todos esses métodos de trabalho fazem parte do discipulado,
mas não são a sua essência.

CONCEITO ETIMOLÓGICO DE DISCIPULADO

No grego, a primeira palavra que traz a ideia de discipulado é “akolouthein”, um verbo que significa ‘seguir’. A segunda palavra é “mathetes”, que significa ‘vincular-se a outra pessoa a fim de adaptar-se a ela e adquirir conhecimento prático e teórico’. A terceira palavra é “mimeomai,” que significa ‘imitar’, que enfatiza a natureza de um tipo especial de comportamento, modelado em outra pessoa.

ALGUNS EXEMPLOS DE DISCIPULADO NO NOVO TESTAMENTO

a. JOÃO BATISTA e seus discípulos. Mateus 11.1-7, Marcos 2.18-22, João 1.35-37.

b. BARNABÉ E SAULO. Atos 9.26-28

c. PAULO E TIMÓTEO. 1Timóteo 1.2, 2Timóteo 2.2

A pessoa que foi chamada larga tudo quanto tem, não para fazer algo que tenha valor especial, mas simplesmente por causa daquele chamado, porque, de outro modo, não pode seguir a Jesus. A esse ato não se atribui o menor valor. Em si, continua sendo uma coisa absolutamente destituída de importância, sem merecer atenção […]. Uma vez chamada para fora, a pessoa tem que abandonar a existência anterior, tem que simplesmente “existir” no sentido rigoroso da palavra. O que é velho fica para trás, totalmente abandonado. (BONHOEFFER, Dietrich. Discipulado. 8ª edição. São Leopoldo: Sinodal, 2004, p. 21)

A paisagem cristã está coberta de escombros de torres inacabadas e abandonadas – ruínas daqueles que começaram a construir e não puderam terminar. Milhares de pessoas ainda ignoram esta admoestação de Jesus e decidem segui-lo sem primeiro pararem para considerar o custo disso. O resultado é o grande escândalo da cristandade moderna, chamado Cristianismo nominal. […] Não é de se admirar que os cínicos falem de hipócritas na igreja e dispensem a religião por considerá-la um escapismo (STOTT, John R. W. Cristianismo básico. Viçosa, MG: Ultimato, 2007, p. 108)

A imagem usada por Jesus, quando disse que o discípulo que quisesse segui-lo, deveria tomar a sua cruz, era a de um criminoso condenado à crucificação. Ele tinha que carregar a sua cruz até o local da crucificação. Era um caminho sem volta. Esta imagem era comum para aqueles que ouviram este chamado para cruz. O discípulo verdadeiro é aquele que carrega a cruz, mesmo sabendo que é um caminho sem volta.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *