Deus tem compromisso com a família – Julho/2012

“Disse o Senhor a Noé:
Entra tu e toda a tua casa na arca,
porque tenho visto que és justo diante de mim nesta geração”, Gn 7:1

“Então falou Deus a Noé dizendo:
Sai da arca, tu com tua mulher, e teus filhos e as mulheres de teus filhos”, Gn 8:16

“E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo
e serás salvo, tu e a tua casa”, Atos 16:31

Deus tem um cuidado todo especial com a família. A família é composta de esposo, esposa e filhos. Eventualmente podem fazer parte da família pessoas consanguíneas ou afins. A família precisa ser abençoada e abençoadora. Em meio a uma geração corrompida e famílias desestruturadas, somos chamados por Deus para fazer diferença. Sermos exemplo, modelo. Que responsabilidade!

Noé, pela sua fidelidade e justiça, alcança sua salvação e de sua família. O julgamento de Deus veio sobre a raça humana através das águas do dilúvio. Todavia, Noé e sua família foram poupados. Deus está olhando para o homem e deseja ardentemente estabelecer aliança de salvação através de Cristo Jesus. “Crê no Senhor Jesus, e, serás salvo tu e tua casa (família)”. Deus procura um membro da família para dizer: entra na arca tu e tua família. Se você já foi alcançado pelo Senhor, saiba que há uma promessa de salvação para sua família. Seja fiel a Deus. Creia na Palavra. Dê bom testemunho de sua fé. Honre o Cristo do Cristianismo. Não perca a esperança. Toda sua casa pode perfeitamente ser salva. Este é o propósito de Deus.

Faça de sua família uma família abençoadora. Confesse a Jesus como Senhor de sua família. Que o temor do Senhor domine todo sentimento de sua família, tanto nas atitudes como nas decisões, agindo sempre sob a orientação e direção do Senhor.

Faça de sua família uma família acolhedora. Acolha aqueles que necessitam de amparo, de ajuda, de salvação. Lázaro convidou Jesus para ir a sua casa. Acolheu a Jesus e foi muito abençoado. Acolha uma célula de evangelismo, comunhão e crescimento.

Estabeleça um clima de comunhão familiar. Que o esposo, no temor e intimidade com o Senhor, a esposa no interior da casa e os filhos em volta da mesa sejam instrumentos de bênçãos. Exerça o princípio do perdão. Viva em amor. Seja instrumento de paz. “Bem-aventurados os pacificadores…”. Que sua vida familiar seja uma inspiração às pessoas mais próximas. Viva a santidade em família.

Concluindo, nossa oração é que cada membro alcance testemunho externo de viver em comunhão e amor na família, na igreja. Esta é a maior mensagem que o mundo espera de nós como Igreja, como Corpo de Cristo.

Que Deus nos ajude. Por Cristo Jesus, amém.

……………………………

Artigo inserido no site em julho de 2012

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *