Origem da IPR de Palmital, SP Julho/2006

A Igreja Presbiteriana Renovada
de Palmital, SP, teve seu início
com um trabalho da MISPA

Por Pr. Rubens Paes

Como tudo começou

Em 1984, o presbítero Loudomiro Carneiro era o presidente da MISPA. Funcionário da CEAGESP, passando a residir em Palmital, convidou o então evangelista Rubens Paes, primeiro secretário da Missão, para mudar-se para aquela cidade. Dois eram os objetivos que o presidente da MISPA tinha em mente. Primeiro, que a Missão tivesse um secretário com tempo integral. Segundo, a fundação do trabalho presbiteriano renovado naquela cidade com fortes tradições religiosas não-evangélicas.

Primeira reunião: sete pessoas

Em 25/07/1984 reuniram-se em Palmital, SP, na Avenida Reginalda Leão, 915, sete pessoas para fundar a IPR naquela cidade. A primeira diretoria do campo missionário foi constituída pelas seguintes pessoas: presidente, evangelista Rubens Paes; secretário, presbítero Loudomiro Carneiro; tesoureira, Coraly Júlia Gonçalves Carneiro.

Em uma casa alugada na Av. Reginalda Leão começaram a ser realizados os primeiros cultos. Um programa de rádio, que era integralmente custeado pela saudosa irmã Coraly Júlia Gonçalves Carneiro, foi um precioso meio de evangelização. As primeiras conversões começaram a ocorrer na cidade. Também, pessoas que residiam na zona rural ouviam os programas radiofônicos e foram chegando-se à Igreja.

A IPR de Palmital em 2006

A igreja em Palmital cresceu e está forte, alegre e vibrante. O número de membros está perto dos 300. Um lindo templo foi construído na cidade, na rua Coronel Afonso Negrão, 70.

No dia 25 de julho de 2006, a IPR de Palmital, SP, comemorou 22 anos de sua fundação. A igreja, que hoje congrega quase 300 membros, está sob a liderança do Pr. Hélio Varella Júnior. A Missão Priscila e Áquila – MISPA – foi representada no evento pelo Pr. Edson Rodrigues Félix.

Homenagens aos membros
fundadores da Igreja

O Pr. Hélio Varella Jr. convidou os membros fundadores da igreja para participarem do culto de comemoração dos 22 anos de fundação da Igreja e fez a todos uma inesquecível homenagem. Homenageou, inclusive, o pedreiro que trabalhou na construção do templo.

Durante o culto leu a ata da primeira reunião e emocionou os fundadores daquela igreja. Levou a igreja a cantar os mesmos hinos e trouxe à memória de todos os sonhos, agora concretizados, que haviam nascido há mais de duas décadas. O Pr. Rubens Paes, de Arapongas, PR, foi o pregador.

Especial homenagem foi prestada à irmã Aparecida, hoje com 89 anos. Todos os renovados de Palmital conhecem sua fé e dedicação à obra. Quando a igreja foi organizada, lá estava ela entre os sete primeiros membros arrolados. Desde 1977, vinha ela orando pela abertura do trabalho presbiteriano renovado naquela cidade. E em 1984, já com quase 70 anos, era a mais assídua de todos. E continua firme nos cultos, beirando agora os 90 anos de idade.

Em Palmital cumpre-se a palavra de Jesus: “….edificarei a minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.”

Texto redigido em 06-07-2006

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *